Por que estudar a cabanada

Como sabem, uma das leituras programadas é o último capítulo do  livro “A miserável revolução das classes infames”, de Décio Freitas. O historiador, que morreu em 2004, nos mostra nesse texto as razões das classes mais baixas – nomeadamente índios, negros e seus descendentes – amargarem as experiências mais cruéis do subdesenvolvimento e da desigualdade social.

Mas o capítulo é ainda mais rico que isso, mostrando as razões de tantas insubordinações no Século XIX, no contexto do processo de independência brasileiro – que, a julgar pelos caminhos adotados não  mudaria, realmente, a vida da população mais empobrecida.

O documentário abaixo é uma outra contribuição ao tema. A história toda nos mostra alguns elementos da sociabilidade econômica e política brasileira que procuramos apreender e analisar ao longo da disciplina em andamento…

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s